quarta-feira, 30 de agosto de 2017

SONHOS COMUNS, REFLEXIVOS E ESPIRITUAIS.




**********************************************************************

    Uma coisa que intriga muitas pessoas a milênios são os sonhos.
Tentamos entendê-los, decifrá-los, tentamos a todo custo buscar
respostas a esse momento tão particular de cada um de nós.

    Descrito no dicionário Aurélio, a palavra "sonho", tem o seguinte
significado:

"Substantivo masculino. Reunião das imagens, ideias, pensamentos ou
fantasias que, geralmente confusas e sem nexo, se apresentam à mente
no decorrer do sono."

    Mas será que o sonho é algo tão confuso e sem significado da forma
que o dicionário deseja mostrar?

    Na verdade não é bem assim. pois o
 sonho é a realidade das atividades da alma, ou seja, uma lembrança do
que a alma viveu durante o sono. Seja uma recordação da infância ou
vidas passadas, muitas vezes associada à vida presente, com uma
projeção do futuro, fruto de preocupações e desejos presentes ou
passados, vivências espirituais de qualquer natureza que pode
esclarecer e determinar muitas coisas fora de nosso conhecimento.

    É então que ela (a alma) tira de tudo o que vê, de tudo o que
percebe, e dos conselhos que lhe são dados, as ideias que lhe ocorrem
depois, em forma de intuições.

    Por esse motivo que é extremamente complicado dizer exatamente o
que um sonho pode estar nos mostrando, ou se está mostrando algo.

    Consideraremos aqui três tipos de sonhos:

Comuns.

Reflexivos.

Espirituais.

Sonhos comuns: : repercussão de nossas disposições físicas
(circulatórias, digestivas&) ou psicológicas (sentimentais: medo,
preocupações, anseios, desejos.

Sonhos reflexivos: : exteriorização de impressões e imagens arquivadas
na memória.

Sonhos espirituais: : atividade real e efetiva do espírito durante o
desdobramento propiciado pelo sono.

    Devemos compreender que os sonhos comuns são os que mais
acontecem, e ele está ligado a acontecimentos de seu dia a dia, e nada
tem de possibilidade de trazerem informações de algo concreto. Como
por exemplo tendo a pessoa alguma preocupação, algo que possa deixar
essa pessoa pensativa, possivelmente ao adormecer essa pessoa poderá
ter um sonho comum com tal fato.Vamos a um exemplo prático dessa forma
de sonho:

    Alguém tem uma prova importante na escola, faculdade ou em um
concurso, essa pessoa sabe da importância desse fato e fica muito
pensativa sobre tal coisa, isso vai desencadear uma insegurança, e
essa insegurança se transforma na possibilidade de um sonho ao
adormecer. E isso não significa que a pessoa vai se dar mal na prova,
é apenas preocupação e desejo intenso sobre tal fato.

    Nesses casos, é pequeno o afastamento da sua alma do seu corpo, e
envolto por aquelas cenas fluídicas criadas pela sua própria mente,
julga estar vivendo algo real, ou seja, indo mal na prova.

    O sonho reflexivo nada mais é do que memórias arquivadas em nosso
cérebro, coisas que passamos durante a vida. Guardamos essas memórias
e em algum momento podemos trazê-las a tona através de sonhos. Isso
é algo bastante normal, e nessas memórias podem ser trazidos momentos
de felicidade, de tristeza, de euforia, de perdas, de falta de
compreensão, de algum trauma. Porém nada quer dizer de concreto para
o futuro, pois essa parte do sonho está ligada ao passado.

    Já o sonho espiritual é algo muito mais intenso e muito mais
concreto, tanto que podemos ter demonstrações de acontecimentos,
avisos, encontros com encarnados e desencarnados, enfim, várias formas
de colocações que resultam informações preciosas a quem buscar
entender verdadeiramente esses sonhos.

    Nos sonhos espirituais a alma, desprendida do corpo, exerce
atividade real e efetiva no plano espiritual, facultando meios de nos
encontrar com parentes, amigos, instrutores espirituais, inimigos ou
desafetos, desta e de outras vidas.

    Quando dormimos, o nosso espírito parte em disparada, por atração
automática, para os locais de nossa predileção, assim como descrevemos
alguns exemplos abaixo:

- O viciado procurará os outros viciados.

- O religioso procurará um templo.

- A alma caridosa irá ao encontro do sofrimento para assistir os
necessitados.

- O interessado em aprender e estudar procurará os cursos na
espiritualidade.

- Os saudosos buscarão seus entes amados.

- Os incompreendidos buscarão seus desafetos para tentar ajustar uma
convivência.

    E como acontece esse encontro com encarnados e desencarnados em
sonhos?

    Durante o sono o espírito se distancia do corpo físico, mas não
fica inativo. Neste momento o encontro com entes queridos é possível
da mesma forma com desafetos, de acordo com o pensamento que nos liga
uns aos outros por vários motivos, e assim podemos estabelecer esse
encontro através dos sonhos espirituais.
    Sabemos que o espírito, enquanto o seu corpo físico se recompõe
pelo sono, sai a perambular no ambiente astral. Chama-se o fenômeno de
projeção astral.

    Nessa dimensão, os espíritos se encontram e convivem assim como na
matéria. As criações mentais estão espalhadas no astral, assim como as
criações da matéria estão espalhadas na dimensão física.

    Podemos sentir e vivenciar nesse plano de acordo com nosso preparo
espiritual e nossas preocupações diárias. Se estivermos muito
conectados às sensações, seremos atraídos para vivenciar essas
sensações inferiores na dimensão astral. Ao contrário, se estamos
sintonizados com sentimentos de amor fraterno e com intenções
superiores, seremos atraídos aos ambientes propícios ao nosso íntimo.

    Podemos sonhar apenas com imagens de pessoas queridas, encarnadas
e desencarnadas, plasmadas pela mente, como também podemos encontrar
verdadeiramente esses entes no plano astral.

    Sabemos também que os sonhos são nosso sexto sentido, e por esse
motivo que quando acordamos do sono físico, pouco nos lembramos dos
sonhos. Isso ocorre porque, nesse momento, nossos cinco sentidos
materiais tomam novamente a dianteira.

    Algumas vezes, lembramo-nos de cenas que nos parecem desconexas e
raramente trazemos para a vida física os encontros com espíritos mais
elevados, que têm como característica uma energia tão suave e sutil,
que não é compatível com a energia pesada do ambiente material.


    Entretanto, quando nos deparamos com espíritos sofredores durante
o sono e com cenários carregados de dor e energias deletérias,
acordamos cansados e muitas vezes nos lembramos desse infortúnio como
pesadelos.

    Dentro dos sonhos espirituais, temos uma forma de demonstração, um
tanto rara, porém existente de sonho, chamado sonho de luz.

    O sonho de luz é basicamente um aviso de algum acontecimento que
tem grande chances de ocorrer diante a ligação do sonho em questão, ou
seja, pode ser uma previsão de algum fato a ocorrer. E para
identificar esse tipo de sonho, devemos ter a compreensão que dentro
das cenas demonstradas, aparecem grandes clarões, como "flashs" de
luz, fazendo que toda a atenção seja voltada a ele.

    Finalizando, não devemos achar que qualquer sonho seja um aviso,
não devemos nos apegar a esse ponto. Devemos refletir intensamente
sobre tudo, cada detalhe desse sonho, cada personagem, cada visão,
cada gesto que lembrarmos, e dar uma atenção especial no dito sonho de
luz, que poderá ser realmente um aviso.

    É muito importante nosso preparo antes de dormir, evitando
programas de TV ou filmes de conteúdo negativo, por exemplo. A prece
antes de dormir é um excelente recurso para que possamos ter bons
sonhos porque nos liga aos bons espíritos, garantindo-nos boas
companhias espirituais.

    Busque a luz para não sonhar com a escuridão.

    Paz a todos!

Carlos de Ogum.

 *************************************************************************

37 comentários:

Marcele Adria disse...

Adorei esse texto pai. Sempre fui apaixonada em saber dos sonhos.

Maria Valle disse...

Excelente texto. Muito bem colocado as divisões dos sonhos. Parabéns

Nubia Gatinha disse...

Pai Carlos preciso muito te contar um sonho que tive e que o senhor
estava nele. Acho que é um aviso.

Beatriz disse...

Meus sonhos acho que nada dizem, na verdade raridade eu lembrar deles.
Será que é normal isso?

Tania Marinho disse...

Senhor Carlos de Ogum, esse texto mexeu muito comigo, pois consegui
agora dividir os meus sonhos, são poucos espirituais, porém tenho eles.
E muitas vezes me assusta.

Catarina Meneses disse...

Belissima lição Pai Carlos. Ja mandei alguns relatos de sonhos meus
ao senhor, e o senhor estava certo sempre, e sempre me dizendo que
Umbanda não é decifrar sonhos, mas entendê-los. E esse texto diz muito
disso.

Helena Gaspar disse...

Gosto muito das respostas dadas pelos sonhos. Adorei esse texto.

Anônimo disse...

Tenho muitos sonhos estranhos. Esse texto me ajudou.

Camila Gomes disse...

bom saber sobre essa diferença de sonhos. Axé

Lola de San Michael disse...

Sonho sempre me deixa assustada. Bom ter esse conhecimento.

Nubia Gatinha disse...

Agora ja sei diferenciar sonhos, muito obrigado.

Pri Lima disse...

tenho sonhos de luz, pelo menos acho que são. Gostaria de me
aprofundar mais nisso.

Alice disse...

Sonhar é maravilhoso, a gente viaja e se sente bem mesmo quando são
ruins, pois acordamos.

Anônimo disse...

Lição muito boa. adoro saber sobre sonhos

Alessandra disse...

Oie pai tenho um sonho que acho que é espiritual. Vou mandar por
email. Beijos

Natalia Guedes disse...

Eu fico muito perdida com esses sonhos que tenho, muitas vezes lembro
de tudo, e parece que eu realmente to vivendo aquilo.

Jaqueline Aguiar disse...

Sonho todas as noites, me lembro deles, e nunca sei se significam
algo.

Lucio Xavier disse...

Adorei Carlos. Gosto muito dos misterios dos sonhos.

Rosinéia Braga disse...

Muito importante saber sobre sonhos. Parece bobagem, mas eles dizem
muita coisa.

Alberto Paes disse...

Belo texto de ensinamento. Salve a Umbanda

Anônimo disse...

Gostei desse texto pai. Muito obrigado.

Fabíola PR disse...

Lições e mais lições. Isso sim que é blog bom.

Janaína Lins disse...

Abençoada seja as noites que temos revelações de luz através dos
sonhos. Amei o texto.

Rosely Lima disse...

Sonhos são portas para nosso entendimento interno. Adoro sonhar. Agora mais ainda por esse texto. Saravá

Giovanna Prates disse...

Saravá pai. Gostei do seu texto, isso vai me fazer refletir e
analizar melyhor meus sonhos. Axé

Andreia Pontes disse...

Sonho bastante, principalmente com Guias de luz, não sei se é pq
gosto muito ou se quer dizer algo.

Lucas Antonio disse...

Obrigado por essa aula tão especial Carlos. Axé.

Flavia Maria disse...

Sonhos de luz são um tantim assustadores, parece que devemos esperar
acontecer algo. Friozinho na barriga.

Monique Moulon disse...

Pai Carlos esse ensinamento foi nota 1000. Muitos de nós ficamos
perdidos com sonhos. Obrigado pelo esclarecimento

Cidinha Uvinha disse...

Meus sonhos são todos comuns, nunca me levam a refletir em nada. Eu
gostaria de sonhar melhor. Rsrsrs

Andressa Amorim disse...

Os sonhos as vezes me da medo. Tenho muitos pesadelos, e nunca sei
como posso me livrar deles.

Andrielly Goveia disse...

Maravilha, só aqui mesmo para aprendermos as diferenças dos sonhos.

Deborah Jasmim disse...

Muito bom seu texto falando de sonhos. Pra mim foi lição.

Gleice Matoso disse...

Maravilhoso demais seu modo de colocar os sonhos. Assim conseguimos entender melhor e diferenciá-los. Axé

Anônimo disse...

Obrigada pela bela explicão sobre a relação dos sonhos e a vida da gente. Muito Até.

Nair Cunha Fernandes disse...

Adoro seus textos. E esse foi bem especial pra mim. Axé

Carlos de Ogum disse...

Cara Núbia, entre em contato por e-mail: umbanda.yorima.rj@gmail.com

Axé!

Postar um comentário

 
;