segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

DEFUMADORES NA UMBANDA.






 Defumadores na Umbanda.


Ê Pai Oxossi,
dai-me licença pra defumar,
eu defumo, eu defumo,
nossa casa e o Gongá.

Defuma com as ervas da Jurema,
defuma com arruda e guiné,
benjoim, alecrim e alfazema,
defumando filhos de fé.

    Uma das grandes tradições dentro dos ritos umbandistas é a
defumação. Ela vem sendo mencionada desde que a Umbanda nasceu no
final do ano de 1908 pelo amado Caboclo das Sete Encruzilhadas. E
abaixo vamos falar um pouco sobre esse ritual divino que nos deixa
preparados, descarregados, sem obsessão, para seguirmos com nossa vida
terrena e nosso trabalho de caridade na vida espiritual.

    A defumação tem como finalidade principal limpar e energizar
ambientes e pessoas para mantê-los equilibrados dentro da necessidade
equivalentes aos trabalhos, e o bem andar do dia a dia de nossas
vidas.

    As defumações não são só feitas nos ritos da religião de Umbanda,
podemos verificar feitos em diversas religiões, sendo essa feitas de
diversas formas.

    O exemplo disso pode ser relembrado no fato em que os três Reis
Magos presentearam o divino Menino Jesus com Líbano e Mirra quando
nosso Senhor nasceu, demonstrando assim que o incenso era extremamente
sagrado e importante, e ainda vemos nas igrejas Católicas o ritual de
defumação, seguindo as tradições dos Santos Reis Magos.

    Tanto na Umbanda quanto em outras religiões adeptas aos
defumadores, a função principal desse ritual é, com a queima de ervas
e outros materiais usados, modificar as energias, tanto do ambiente
quanto das pessoas para equilibrar os mesmos mediante as necessidades
buscadas.

    Especificamente na Umbanda, a defumação é de extrema importância,
pois além de purificar o ambiente, a defumação faz toda a limpeza
necessária para os médiuns, participantes de uma Gira, assim como
toda a assistência (visitantes e consulentes que frequentam um
terreiro de Umbanda), tudo isso para purificar e depurar as más
energias existentes para que todo o trabalho espiritual seja muito bem
feito, além de harmonizar todo o local.

    Na Umbanda também e muito solicitado que sejam feitas certas
defumações em nossas residências, isso porque somos como um imã,
captamos muitas cargas de pessoas e ambientes com cargas negativas, e
alguns de nossos sentimentos podem facilitar essa captação,
sentimentos como de arrogância, ódio, ira, inveja, maledicência, e
tantos outros maus sentimentos que todo ser humano tem. Portanto,
mesmo sem desejarmos, poderemos exalar um desses sentimentos, e com
isso abrindo portais que farão a nossa aura captar certos tipos de
sentimentos de outras pessoas, fazendo de nós uma presa fácil para
obsessores e espíritos sem luz (não estamos falando de médiuns de
absorção, esses são outros casos).

    Com a captação dessas cargas negativas, e com a rotina do dia a
dia, espalhamos essas cargas em nossa moradia, e com o passar do
tempo, e de mais cargas captadas, nossa vida começa a sofrer sintomas.
Dentre esses sintomas estão a insônia, dores sem motivos, cansaço
extremo, pernas e costas pesadas, irritabilidade constante, falta de
ar, cefaleia, entre outras coisas. Em casos mais graves podemos também
ter perdas de bens, de saúde, emprego e até de relacionamentos.
Entretanto a defumação é um ponto forte a ser utilizado contra todas
essas mazelas, eliminando e expulsando de sua casa, de seu corpo
físico, de sua aura, todos esses espíritos sem luz, obsessores e
cargas negativas.

    A defumação a princípio é feita com carvão em brasas, dentro de um
turíbulo (pequeno local incensário, podendo ser de barro ou metal) no
qual colocamos sobre o carvão em brasas as ervas escolhidas, porém
poderemos fazer também com defumadores pré fabricados, do tipo
prensados, que são naturalmente comercializados em ervanários,
normalmente esses são de formas triangulares, podendo ser de uma única
erva, ou uma junção de várias ervas, dependendo do gosto e necessidade
de cada um. E na queima dessas ervas, em alguns minutos libertamos e
liberamos na defumação grandioso poder energético acumulado por meses
ou anos de absorção do solo da terra, da energia dos esplendorosos
raios do Sol, da Lua, dos ventos, e claro dos próprios elementos
constitutivos das ervas. Assim sendo é construída uma força divina e
magnânima que protegem ambientes e pessoas das forças dos grupos de
obsessores e espíritos sem luz. Grupos esses que dominam a maioria dos
ambientes humanos,produto da baixa qualidade de pensamentos e desejos,
tipos como, raiva, inveja, vingança, orgulho, mágoa, mesquinharia,
ira, entre outros.

    As escolhas das ervas para fazer uma defumação deve ser dirigida
por uma Entidade de Luz, ou um Mentor espiritual, ou um Pai ou Mãe de
Santo, pois existem diferentes tipos de ervas para cada objetivo a ser
alcançado, e diversas junções de ervas para fazer uma defumação, que
associadas, permitem energizar e harmonizar todo o ambiente e
principalmente as pessoas, pois ao queimá-las produzem reações
diversas no ar, fazendo assim uma limpeza completa.

    Não devemos fazer uma junção de ervas sem um aconselhamento, ou
pelo simples bel prazer em fazer a defumação, pois temos ervas que se
queimadas em conjunto, ou em dias impróprios, podem ao invés de fazer
uma limpeza espiritual, abrir portais para a entrada de obsessores, ou
seja, ao invés de mandá-los partir do ambiente, podemos estar chamando
e fortificando certos espíritos sem luz. Por isso é tão importante
seguir o que é dito por uma Entidade de Luz, um Mentor, ou um Pai ou
Mãe de Santo sobre as defumações.

    Dentre tantas opções de junções entre ervas, não é tão fácil saber
e entender de cada uma, pois, para entendimento vamos dar um exemplo
básico sobre uma defumação em uma residência cujo foi constatado a
presença de um obsessor. Suponhamos que um consulente foi a um
terreiro de Umbanda, conversou com uma Entidade de Luz, e essa
Entidade verificou o tipo de obsessor que se apresentava na residência
do tal consulente. Ao constatar o tipo e grau da carga deixada por
esse obsessor, foi passado um tipo de defumação, com ervas do tipo
escolhido e indicado pela Entidade de Luz. O consulente fez a
defumação, as cargas diminuíram, o obsessor foi expulso do ambiente, e
as coisas entraram nos eixos.

    Tempos depois, suponhamos que novamente temos um outro obsessor na
mesma residência do mesmo consulente, só que dessa vez nosso amigo
consulente não foi se informar com a Entidade de Luz, e por vontade
própria usou o mesmo tipo de ervas para a defumação, contudo esse
obsessor não era do mesmo grau ou tipo, portanto essa defumação nada
serviu para afugentá-lo da companhia do consulente. Podendo até abrir
outros portais para novos obsessores do tipo e grau desse segundo,
fazendo assim a vida desse consulente se transformar em algo
extremamente desagradável.

    A muitas ervas que são agressivas e repulsivas e que afastam
alguns desencarnados de vibração inferior, servindo de barreiras
fluídico magnéticas. Outras ervas ajudam os médiuns e consulentes a
captarem com mais fluidez e qualidade as energias superiores, mantendo
a mente de cada um mais propícia a essa percepção, harmonizando os
ambientes.

    Por fazer parte da tradição da liturgia da Umbanda, e ser uma das
partes mais importantes de uma Gira, pois a defumação é o processo
ativo do exercício da mediunidade de cada um dos participantes dos
trabalhos espirituais de caridade, deve ser feita com muito cuidado e
rigor.

    Após serem orientados por um dos preparados a indicar uma
defumação, o consulente que desejar defumar sua moradia pode seguir
esses passos:

    Pegar um turíbulo com carvão em brasa, jogue as ervas secas
dentro, ou coloque-as por cima (dependendo do turíbulo que tiver), vá
defumando toda a casa. Se for para limpeza de aura, ambiente ou
espiritual, defume de fora para dentro (normalmente da porta da
cozinha para a porta da sala), agora se for para atrair paz, dinheiro
ou bons fluídos, defumar de fora para dentro (da porta da sala para
porta da cozinha), isso claro em casas residenciais.

    Para quem for usar os defumadores prensados, fazer a mesma coisa
(dentro para fora e vice versa) sendo que é indicado sempre vir
cruzando cada cômodo da casa, canto a canto.

    Todos os resíduos que sobrarem das defumações devem ser
descartadas fora de casa (jardins, rios, matas, etc.), mas isso pode
variar dependendo da recomendação do responsável por indicar a
defumação (Entidades de Luz, Mentores, Pais ou Mães de Santo).

    Alguns desses responsáveis pela indicação de uma defumação, podem
também solicitar que as mesmas sejam feitas pelas fases da Lua, mas
isso vai de caso a caso e de responsável para responsável.

    Normalmente um responsável por uma indicação a uma defumação, seja
em teor de ambiente ou pessoal, vai indicar também a quantidade de
vezes que deverá ser feita essa defumação, podendo apenas ser pedido
uma única vez, ou diversas vezes. Se for da necessidade de caso a
caso, poderá ser indicado também que essa defumação seja feita por um
pequeno período, e ao passar de certa quantidade de tempo seja
refeita, pois a maioria dos defumadores tem o poder fluídico de
afastar espíritos inferiores, sem luz, zombeteiros e obsessores por
determinado tempo, porém com as condições e maus sentimentos que
vivemos por todos os momentos, podem esses espíritos retornarem
demonstrando o mesmo tipo e grau vistos pelos responsáveis pela
indicação da defumação, e dessa forma ao passar do tempo deve ser
feito um novo uso dos defumadores indicados, sendo para o mesmo
intuito, pois como explicado anteriormente uma vez que nossos
pensamentos e ações poucos elevados, em pouco tempo, espíritos
atrasados, novamente poderão ser atraídos pelo ambiente de baixa luz
espiritual e vibratório inferior que poderemos voltar a criar com
nossos maus sentimentos. Portanto uma grande dica é se utilizar do
máximo o ensinamento do nosso Mestre Jesus, nosso Pai Oxalá, que para
evitar esses acontecimentos devemos: "Orai e vigiai", acabando ou
tentando exterminar esses maus fluídos que nos contaminam dia a dia,
agregando em nossa mente um extenso trabalho de pensamentos positivos.

    Com a defumação bem feita podemos evitar na maioria das vezes
alguns acontecimentos extremamente desagradáveis provocados por
energias negativas que são produzidas por nossos próprios pensamentos
ou por espíritos que possamos ter atraídos por nossas ações
impensadas, então sempre devemos buscar indicações de defumações para
nossa residência, principalmente por pessoas que desenvolvem um
trabalho espiritual mediúnico e de caridade, como por exemplo os
umbandistas, que mantém suas firmezas e instrumentos de liturgia de
culto a sua crença.

    Em nossa religião de Umbanda, a defumação deve ser feita no início
dos trabalhos, para que assim seja feita a limpeza do ambiente, dos
médiuns, dos assistentes ou consulentes.

    Dependendo do trabalho a ser realizado, devemos fazer a defumação
mais de uma vez durante o dia, isso para atrair e facilitar os
trabalhos de caridade feitos pelas Entidades de Luz.


    Abaixo vamos descrever algumas ervas e seus benefícios que podem
ser usadas ao fazer a defumação.

    Frisando que essas colocações são apenas para ilustrar o texto,
pois sempre se deve buscar orientações com uma Entidade de Luz, ou um
Mentor, ou um Pai ou Mãe de Santo para melhor indicação de caso a
caso.

    Alecrim do Campo: Retirada de olho grande, afastamento de inveja,
defesa de males, protegendo de magias negras ou feitiçarias.

Arruda: Proteção contra obsessores, espíritos sem luz, espíritos
zombeteiros, descarregos e desobsessões, proteção contra os males,
proteção e afastamento de magias negras e feitiços.

Beladona: Limpeza e descarrego de ambientes.

Benjoim: Limpeza e descarregos de ambientes, expulsando forças astrais
do mal.

Canela: Descarrega e limpa ambientes, levando para longe espíritos sem
luz e forças astrais do mal.

Cardo Santo: Defende ambiente e pessoas da obsessão e cargas
negativas, quebra olho gordo.

Cipó Caboclo: Elimina todos os males, espíritos sem luz e forças do
mal que possam estar nos ambientes.

Folhas de Bambu: Afasta todos os tipos de vampiros astrais e seus
males de cargas negativas sobre nós, sendo esses vampiros encarnados e
desencarnados.

Guiné: Atua grandiosamente como um poderoso escudo contra a inveja,
maledicência, cargas negativas e obsessão.

Incenso: Independente de ser a erva ou a resina (bastão ou pedra) são
ótimos para a limpeza geral.

Mirra: Para fazer um descarrego forte, afasta espíritos sem luz,
zombeteiros, Kiumbas e obsessores.

Palha de alho: Afasta desencarnados sem luz, más vibrações e
ajuda muito em descarregos.

    Também podemos usar os defumadores prensados, ou chamados tabletes
para defumação, dentre vários existentes podemos destacar os que levam
a nomenclatura de: Vence Demanda, Abre Caminho, Olho Grande, Arruda,
Oxalá, Ogum, Oxossi, Xangô, Obaluaiê, Omulú, Oxum, Iansã, Iemanjá,
Nanã Buruquê, Ibeijada, Preto Velho, Afasta espírito mau, Anjo da
Guarda, Caboclo da Mata, Chama boa Sorte, Chama Dinheiro, Chama
Felicidade, Comigo Ninguém Pode, Cosme e Damião, Paz na Família, Pombo
Gira, Exú, Quebra Demanda, Quebra Feitiço, Quebra Inveja, Quebra
Mandinga, Santo Antônio, São Jorge, Sete Encruzilhadas, Sete ervas,
Sete Linhas, Sete Poderes, Só Deus Pode Comigo, Tira Teima, Vence o
Olho Gordo, Vence Batalha, Vence Tudo, Zé Pilintra, entre outros.

    Independente se a sua defumação for com as ervas em si, ou com os
tabletes pré fabricados, deverá se manter em oração, com energia
elevada, se não estiver se sentindo preparado para fazer a defumação,
acenda uma vela para aumentar sua vibração com seu Anjo da Guarda,
defumando de preferência de canto a canto do ambiente a ser defumado,
cruzando todo o cômodo.

    E sempre lembrando, faça dentro das recomendações dos responsáveis
que indicaram a fazer a defumação.

    Fecharemos esse texto assim como o abrimos, demonstrando alguns
pontos para a defumação.
*********************************************************************
Jurema deu as ervas,
e Ogum deu benjoim.
Pai Oxalá mandou
Defumar você, eu vim.
Esta fumaça santa,
Ela vai lhe proteger,
De tudo que for mal,
Que alguém possa lhe fazer.
*********************************************************************
Deu um vento lá nas matas,
e jogou as folhas no chão,
os Caboclos estão apanhando,
pra fazer defumação.
Como cheira a Umbanda,
a Umbanda cheira,
cheira arruda e guiné,
alfazema e alecrim,
defumando filhos de fé.
*********************************************************************
Nossa Senhora incensou seus bentos filhos,
para o mal do seus filhos retirar,
mas eu incenso essa aldeia de Caboclo,
pro mal sair e o bem entrar.
*********************************************************************
Corre Gira Pai Ogum,
filhos quer se defumar,
Umbanda tem fundamento,
é preciso preparar,
com arruda e guiné,
alecrim e alfazema,
defumar filhos de fé,
com as ervas da Jurema.
*********************************************************************

    Finalizando, vamos todos buscar os bons sentimentos dentro de nós,
buscando também a fé, a esperança e as indicações de uma Entidade de
Luz, um Mentor ou um Pai ou Mãe de Santo para podermos fazer uma
defumação de limpeza, de descarrego, de desobsessão, de abertura de
caminhos, de paz, de amor, de uma forma mais iluminada e eficaz
possível.

    Paz a todos!

    Salve a defumação, seja nos terreiros de Umbanda, seja em nosso
lar.

Amém!

Carlos de Ogum.



58 comentários:

Carla Marinho disse...

Sempre quis saber sobre defumadores. Obrigado Pai Carlos.

Anônimo disse...

Maravilhoso. Sempre nos ensinando cada vez mais. Axé !

Anônimo disse...

Muito bom gostei muito mesmo parabéns

Sonia Maria Mattoso de Moura disse...

Qual seria, a erva mais adequada para um lar que o humor entre os familiares vira de uma hora pra outra explode inesperadamente? essa pessoa tem 76 anos, e não tem consciência ou quer se manter assim. obrigada.

Leticia Mármore disse...

Excelente texto, parabéns!

Ju Silveira disse...

Uma aula. Obrigado Pai Carlos. Saravá

Adriana Nunes disse...

Gostei Pai. Obrigado.

Anônimo disse...

Aprendi um monte com esse texto. Saravá.

Gatinha de 13 disse...

Bem importante os defumadores. Eu nunca tinha entendido bem para que
servia. Valeuuu Paizinho.

Roberto disse...

Saravá irmão Carlos, muito bem colocado seu texto parabéns.

Anônimo disse...

Texto demais de importante. Muito bom mesmo.

Matheus disse...

Parabéns e obrigado por passar esse conhecimento. Axé.

Julio Francisco disse...

Saravá nossa defumação. Adorei saber mais.

Simone Paiva disse...

A defumação para mim é uma das melhores partes da gira. Adoro o
momento.

Mauricio Peçanha disse...

Sou o canbono que faz a defumação no terreiro. Fiquei muito feliz por
terem falado da defumação. Saravá.

Anônimo disse...

Maravilha de informações. Saravá.

Bruna Santos disse...

Uma lição principalmente a minha mãe que faz defumadores misturados sem noção e sem ninguém indicar. A mamãe.

Windy disse...

Adoreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiii!!!!! Axé e beijos pai.

Lucas Costa disse...

Pai, achei de grande valia seu texto. Gostaria de agradecer por tantas informações. Estou iniciando na Umbanda e seus textos estão me ajudando muito. Esse eu precisava saber. Muito obrigado mesmo. Axé.

Rosa disse...

Pai, fui a uma casa e um rapaz dizendo estar com um Caboclo mandou eu
fazer uma defumação com várias ervas e uma coisa inusitada, mandou eu
colocar uma roupa azul para fazer essas defumações. Seriam 21 dias de
defumação, eu ainda não fiz. Que o senhor acha?

Gracinha disse...

Pai Carlos adoro defumar minha casa, sempre que me indicam faço com
maior carinho. Adoro o cheirinho.

Cristina disse...

Adorei entender sobre defumação. Saravá e axezinhoooo

Liliane Resende Cunha de Faria disse...

Pai Carlos, gostaria muito de poder fazer uma defumação na minha casa. Porém meu marido não aceita de jeito nenhum, ele foi criado em igreja evangélica, tem aquela tradição idiota de achar que tudo faz parte com o diabo, brigamos muito por causa disso, mas ele é uma pessoa intolerante e radical. Obriga a mim e meus dois filhos, uma menina de 13 anos e um menino de 17, a irmos a sua igreja, as crianças falam e brigam demais, e muitas vezes ele desiste, mas eu vou para não arrumar confusão. Meus filhos foram escondidos a um Terreiro de Umbanda com uma irmã do meu marido, vieram encantados, felizes, calmos. Falaram sobre defumadores, e eu li seu texto, comentei para meu marido e ele quase me bateu. Disse que essa coisa de enfumaçar a casa e coisa do demonio, o pastor dele foi la em casa, e ficou orando e dizendo que o demonio ta la dentro de casa. Tudo em uma radicalidade tremenda. Até meus filhos ja disseram que tem vontade de sair de casa. Não sei mais o que fazer. Eu ainda me controlo, mas meus filhos amaram a Umbanda e disseram que vão seguir, e que de uma forma ou de outra o pai deles vai ter que entender. Desculpe o desabafo. E obrigado pelo espaço e por esse belo texto, alias li a maioria dos textos de seu blog, é encantador. Minha filha disse que adorou as historias. Meu filho se identifica com senhor Zé Pilintra, estamos no caminho da Umbanda, uma linda e abençoada religião, mas meu marido está nos afastando a força. Paz para o senhor. E novamente desculpe prolongar. Salve a Defumação. Liliane RJ

Carlos de Ogum disse...

Cara Rosa, dentro de qualquer tipo de defumação, não há nenhuma necessidade de ser escolhida uma cor qualquer para ser usada no ato. Acredito também que esse rapaz esteja enganado na quantidade de dias de defumação, pois, para uma quantidade elevada desse jeito, poderia ser um trabalho especial na retirada de grandes obsessores, que deveriam ser esses trabalhos em conjunto com um trabalho de desobsessão dentro do terreiro. Pelo que parece, esse conjunto não está sendo feito, portanto, acredito que seja desnecessário essa defumação por tantos dias, aconselharia à você rever esses fatos.

Axé!

Carlos de Ogum disse...

Cara Rosa, dentro de qualquer tipo de defumação, não há nenhuma necessidade de ser escolhida uma cor qualquer para ser usada no ato. Acredito também que esse rapaz esteja enganado na quantidade de dias de defumação, pois, para uma quantidade elevada desse jeito, poderia ser um trabalho especial na retirada de grandes obsessores, que deveriam ser esses trabalhos em conjunto com um trabalho de desobsessão dentro do terreiro. Pelo que parece, esse conjunto não está sendo feito, portanto, acredito que seja desnecessário essa defumação por tantos dias, aconselharia à você rever esses fatos.

Axé!

Carlos de Ogum disse...

Cara Rosa, dentro de qualquer tipo de defumação, não há nenhuma necessidade de ser escolhida uma cor qualquer para ser usada no ato. Acredito também que esse rapaz esteja enganado na quantidade de dias de defumação, pois, para uma quantidade elevada desse jeito, poderia ser um trabalho especial na retirada de grandes obsessores, que deveriam ser esses trabalhos em conjunto com um trabalho de desobsessão dentro do terreiro. Pelo que parece, esse conjunto não está sendo feito, portanto, acredito que seja desnecessário essa defumação por tantos dias, aconselharia à você rever esses fatos.

Axé!

Jennifer Sardinha Moura disse...

Muito bem colocado esse texto. Defumações são de muita importancia.
Salve a defumação.

Adriano Paiva disse...

Beleza de post uma aula. valeu axé

Anônimo disse...

Muito bom texto. Só uma dúvida. Defumador de espada de ogum é o mesmo de espada de são jorge? Obrigado

Beth disse...

Defumar nossa casa é muito bom. Traz paz e felicidade, eu durmo muito melhor quando defumo minha casa e minha cama. Vovó Cambinda sempre pede pra eu fazer. Axé

Anônimo disse...

Salve a defumação. Gosto de defumadores de Exus e Pombo Giras. Saravá

Maria do Carmo Zanatta disse...

Obrigado senhor Pai Carlos de Ogum. São textos assim que busco para passar a meus irmãos de Umbanda. Alias todos textos de seu blog são maravilhosos. Saravá e Mucoiô.

Maria Rita disse...

Salve, gostei muito de seu texto Carlos. Obrigado por compartilhar.

Neyde disse...

Nunca defumei minha casa, lendo esse texto me dweu muita vontade de
fazer.

Daniel disse...

Parabéns pelo texto Carlos. De muita valia e bom para entendermos.

Anônimo disse...

Bom demais. Saravá.

Anônimo disse...

Interessante demais seu texto. Gosto de defumadores e incensos.
Obrigado

Baby do Salgueiro disse...

Um texto de ensinamento prático. Muito bom

Antonio disse...

Parabéns pelo texto. Adorei saber mais sobre defumadores. Saravá e
axé.

Aline Mendes disse...

Salve Pai Carlos. Mais um texto nos falando sobre as coisas da
Umbanda. Obrigado e saravá.

Pai João de Oxossi disse...

Mutumbá Carlos. Gosto muito de seu blog, sempre tem textos
interessantes e muito verdadeiro. Saravá.

Suellen disse...

Gostei Pai, obrigado por esse texto e essa nova aulinha. Saravá.

Windy disse...

Pai Carlos novamente nos presenteando com mais um lindo poema, demonstrando seu amor pelos Orixás. Saravá

Jaqueline disse...

Amo demais um bom defumador. E fazia sempre sem ninguém mandar. Na
verdade sentia as vezes melhora e nas outras piora, ficava mais nervosa
e cansada errava e nem sabia que errava. Agora to por dentro. Obrigadooo

Adriano Paiva disse...

Bem colocado essa visão de só fazer defumador quando mandado e com as
ervas corretas. Em nosso Terreiro pregamos isso também. Mas já vi muitas
casas e pessoas que não seguem isso, e fazem defumadores a qualquer
modo. Boa colocação. Saravá sua banda.

Vick disse...

Uma delicia de texto. Defumar nossa vida é bom demais, sentimos mais
calmos. Saravá

Anônimo disse...

Uso o defumador de tabletes, nunca usei ervas soltas. A qualquer hora
vou fazer assim. Cheiro bom. Salve.

Anônimo disse...

Adorei valeu por esse texto nota miiiiiiiiil

Anônimo disse...

Maravilha de post. Saravá e muntumbá

Belinha disse...

Fomos a um terreiro ontem pai, e logo que fomos atendidas já pedimos
um defumador para passar em casa. Bom demais. Minha mãe ta mandando
beijo. E claro um beijo meu tb. Bença

Anônimo disse...

Adorei essas informaçoes; Sarava

Carla Hortz disse...

Salve Oxalá. Salve os defumadores. Salve a Umbanda. Salve sua banda
Pai Carlos. Axé.

Carlos de Ogum disse...

Caro(a) anônimo(a), sim! o defumador da espada de Ogum é a mesma de São Jorge.

Axé!

Carlos de Ogum disse...

Cara Sônia, para acalmar o nosso lar, podemos usar defumador de arruda, guiné ou vence-demanda. Frisando que o fato relatado em si se deve a família ter paciência com a pessoa por ser idosa; e muitas vezes o problema não é espiritual e sim de alguns fatos relacionados a idade excessiva.
Procurem ter paciência sempre!

Axé!

Anônimo disse...

Oi Carlos, poderia me dizer se posso fazer defumador de arruda na minha casa e no meu carro?

Carlos de Ogum disse...

Caro(a) anônimo(a), para qualquer tipo de defumação, seria interessante você explicar o porquê que deseja, para que seja lhe passado o defumador correto por uma Entidade de Luz.

Axé!

Ana Maria disse...

Pai Carlos tem algum problema eu defumar a casa e depois tomar um banho de descarrego?

Carlos de Ogum disse...

Cara Ana Maria, não há problema algum, é até aconselhável fazer isso.

Axé!

Postar um comentário

 
;