sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Mensagem Para o Fim de Ano

 





    Querido Pai Oxalá,

    Poderosa força, Senhor de todos os Orixás.
    Mestre do tempo passado, presente e futuro.

    Ao findar esse ano, venho humildemente lhe agradecer por todas as
bençãos recebidas de ti.

    Agradeço também pelo raiar do dia,
pelas flores que embelezaram nossos caminhos,
pelo Sol que nos aqueceu,
pelas chuvas que nos refrescaram,
pelo vento que nos levou as indecisões,
pelas águas que nos mataram a sede,
pelo pão que nos matou a fome.

    Agradeço também Senhor,
pela dor que passei que me ensinou a ser mais forte,
pelos obstáculos em meus caminhos que me ensinaram a ter calma para
deles desviá-los,
pelas lágrimas perdidas fazendo assim lavar minhas angústias,
por tudo que pedi e recebi, e por tudo que implorei e não recebi pois
não era de meu merecimento,
agradeço pelos amigos que me acompanharam por todo ano, e agradeço
pelos possíveis inimigos que tu tiraste de meu caminho,
agradeço a sabedoria de me fazer ouvir um problema de alguém que
buscava uma ajuda,
e agradeço as palavras que me conduziste a falar, mesmo duras, a
aqueles que não deram valor as bençãos que o Senhor os concedeu.

    A ti Pai Oxalá, todos os Orixás e todas as Entidades de Luz,
ofereço tudo que fiz neste ano.

    Tudo que passou por minhas mãos,
as coisas que pude construir com elas,
o trabalho realizado,
as palavras ditas,
a caridade cedida.

    Querido Pai Oxalá,
nesse instante lhe entrego todas as pessoas,
que comigo percorreram tantos caminhos em prol da caridade.

    Lhe entrego também os novos e antigos amigos,
os que de alguma forma se aproximaram de mim, me trazendo luz.

   Entrego em suas mãos os irmãos  que estão tão perto,
e também os que estão tão distantes, mas mesmo assim rompem fronteiras
para nos iluminar com sua luz.

    Também peço sua proteção Querido Senhor,
para aqueles que me estenderam as mãos na hora de uma duvida de
caminhada,
e também para aqueles que pediram minhas mãos num momento de
desespero.

    Agradeço por cada segundo de respostas dada quando me senti
perdido em algum fato,
e agradeço a luz que o Senhor me acendeu a cada hora que eu achava que
algo não tinha saída.

    Também gostaria, além de lhe agradecer Senhor, lhe pedir perdão.

    Perdão pelas palavras mal usadas,
pelo tempo que perdi em coisas que não eram necessárias,
pelo dinheiro gasto em coisas supérfluas,
pela falta de entendimento com fatos que achei irrelevante,
pela falta de paciência com pessoas que eu achava que não merecia
atenção.

    Perdão pela oração não passada a quem necessitava,
ou pela oração que não fiz no momento que era para ser feita.

    Perdão pelo momento que deixei um irmão necessitado de uma palavra
esperando, tentando buscar uma própria palavra a meus problemas.

    Perdão por não ter agradecido o suficiente, e ter pedido mais do
que eu precisava.

    Perdão por achar que as vezes meus problemas eram maiores dos que
os apresentados por meus semelhantes.

    Perdão pelas reclamações de um dia chuvoso, ou pelo mal humor de
um dia muito quente.

    Perdão por não ter posto em prática dia a dia a minha missão de
rezar por um irmão necessitado.

    Perdão por não me lembrar que temos semelhantes morrendo de fome
por todo o mundo, enquanto fazemos nossas refeições.

    Querido Pai de todos nós,
a ti entrego meu novo ano.

    Ano esse que não sabemos que chegaremos ao final,
que não sabemos o que passaremos,
que não sabemos quantos sorrisos daremos,
quantas lágrimas perderemos,
quantas orações faremos,
quantos pedidos seremos merecedores,
quantos obstáculos passaremos,
e quantas vezes mais nos ajoelharemos
para de novo pedir e pedir sem agradecer.

    Portanto Pai Oxalá,
hoje desejo te pedir já agradecendo,
para mim, meus amigos e a todos de bom coração,
muita paz e amor,
a felicidade sem lágrimas,
a prudência e a fortaleza,
a sabedoria e a lucidez,
o otimismo e a bondade,
a luz e a caridade.

    Peço que feche meus ouvidos para toda falsidade,
e minha boca a palavras mentirosas ou egoístas.

    Peço que eu seja luz a quem está na escuridão,
estradas abertas a quem busca um caminho,
paz a quem está em desespero,
esperança a quem perdeu a fé.

    Me faça assim Senhor, por todo esse ano que se inicia,
para que eu possa levar seu nome,
podendo assim criar uma corrente de paz, fraternidade, caridade, fé e
amor.

    Querido Oxalá,
a meus amigos que leem essa mensagem,
encham de sabedoria, paz e amor,
para que assim essa corrente já comece a crescer,
por todo novo ano,
por toda a vida.

Feliz ano novo a todos os irmãos Umbandistas ou não!

Que Pai  Oxalá, todos os Orixás e todas as Entidades de Luz abençoe a todos, não só nesse novo ano, mas também por toda a eternidade.

Que assim seja!


Carlos de Ogum


17 comentários:

Aninha S. disse...

Que assim seja!

Nando_HTR disse...

Axé!

Anônimo disse...

Muito lindo, sabias palavras, que assim seja, que tenhamos força e sabedoria nesse ano que vai iniciar! Priscila

Binee disse...

Que assim seja! E que venha 2014!!!

Gizele Aquino disse...

Salve nosso Pai Oxalá!!!

Que neste ano e em todos os próximos Ele possa vir sempre a nossa frente e que sua vontade sempre prevaleça sobre a nossa.
Um axé carregado de energias positivas pra 2014 a todos os irmãos de fé e a todos que acompanham o blog.
Agradeço a Olorum e ao pai Oxalá por colocar seres de luz como o Pai Carlos na Terra que nos orientam, nos dão apoio, uma palavra amiga e nos fazem crer na nossa fé muito obrigada por tudo, já que não tenho como agradecer peço pro Pai Oxalá pra retribuir por mim.

Axé!!

bjs Gi.

Anônimo disse...

Lindo texto. Desejo a você e toda seus filhos de Santo um Feliz Ano Novo.

Jorge Cury

Anônimo disse...

Como não poderia ser, texto divino para findarmos o ano
maravilhosamente.

Carmelita Almeida

Anônimo disse...

Sensacional texto, feliz ano novo Pai Carlos e a todos de seu terreiro.

Pedro Costa Sanches

Anônimo disse...

Um belo e magnífico texto de nosso amigo Carlos. Saravá e feliz ano novo

Dirce Maldonato

Anônimo disse...

Amei, Feliz ano novo

Tatiana Morim

Anônimo disse...

Sem palavras querido pai Carlos de Ogum, texto lindo que me fez chorar.

Eliane de Oxum

Anônimo disse...

Feliz ano novo a todos, Pai Carlos mais uma vez nos presenteando.

Ana Clara Costa

Anônimo disse...

Simplesmente divino. Feliz ano novo.

Miguel Cunha

Anônimo disse...

Sem palavras só lágrimas. Feliz ano novo a todos da Umbanda.

Rosana Clara

Anônimo disse...

Parabéns por nos presentear com esse post, Saravá.

Maria Clara

Anônimo disse...

Hoje me senti uma pessoa muito feliz. Lindo texto.
Amei o texto paizinho.

Catarina de Xangô

Anônimo disse...

Feliz ano novo a todos, parabéns pela linda mensagem.

Rodney Marques

Postar um comentário

 
;