quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Ibeiji e as Crianças da Umbanda


Ibeiji

     Ibeiji, o único Orixá permanentemente duplo. É formado por duas
entidades distintas e sua função básica é indicar a contradição, os
opostos que coexistem. Num plano mais terreno, por ser criança. A ele
é associado a tudo o que se inicia: a nascente de um rio, o germinar
das plantas, o nascimento de um ser humano.
     No dia de Ibeiji, 27 de setembro (o mesmo de Cosme e Damião, com
quem são sincretizados), é costume as casas de culto abrirem suas
portas e oferecerem mesas fartas de doces e comidas para as crianças,
elevadas à condição de representantes na terra do Orixá.

Regem a falange das crianças que trabalham na Umbanda.




CARACTERÍSTICAS:

Cor:
Rosa e azul (branco, colorido).

Fio de Contas:
No Candomblé, contas e miçangas leitosas coloridas.
Na Umbanda, contas leitosas Azul e Rosa.

Ervas:
jasmim, alecrim, rosa.

Símbolo:
Gêmeos.

Pontos da Natureza:
Jardins, praias, cachoeiras, matas...

Flores:
Margaridas, rosa mariquinha.

Essências:
De frutas.

Pedras:
Quartzo rosa.

Metal:
Estanho.

Saúde:
Alergias, anginas, problemas de nariz, raquitismo, acidentes.

Planeta:
Mercúrio.

Dia da Semana:
Domingo.

Elemento:
Fogo.

Chacra:
Todos, especialmente o Laringe.

Saudação:
Oni Beijada.

Bebida:
Guaraná (Suco de frutas, água de coco, água com mel, água com açúcar, caldo de cana).

Animais:
Animais de estimação.

Comidas:
Caruru, doces e frutas.

Número:
2.

Data Comemorativa:
27 de Setembro.

Sincretismo:
São Cosme e São Damião.

Incompatibilidades:
Coisas de Exú. Morte, Assovio.

ATRIBUIÇÕES.

Zelar pelo Parto e Infância. Promover o amor(união).


Lendas de Ibeiji

Como Os Irmãos Ibeiji Viraram Orixá:

     Existia num reino dois pequenos príncipes gêmeos que traziam
sorte a todos. Os problemas mais difíceis eram resolvidos por eles; em
troca, pediam doces balas e brinquedos. Esses meninos faziam muitas
traquinagens e, um dia, brincando próximos a uma cachoeira, um deles
caiu no rio e morreu afogado. Todos do reino ficaram muito tristes
pela morte do príncipe. O gêmeo que sobreviveu não tinha mais vontade
de comer e vivia chorando de saudades do seu irmão, pedia sempre a
orumilá que o levasse para perto do irmão. Sensibilizado pelo pedido,
orumilá resolveu levá-lo para se encontrar com o irmão no céu,
deixando na terra duas imagens de barro. Desde então, todos que
precisam de ajuda deixam oferendas aos pés dessas imagens para ter
seus pedidos atendidos.

    Agora vamos entender a diferença entre Ibeiji e as Crianças
(Ibeijada ou Erê).

    Como lemos acima, falamos dos Orixás Ibeiji, agora falaremos das
Entidades de Luz os Erês ou Ibeijadas, que são espíritos desencarnados
de crianças.

As Crianças (Ibeijada ou Erê)

     São a alegria que contagia a Umbanda. Descem nos terreiros
simbolizando a pureza, a inocência e a singeleza. Seus trabalhos se
resumem em brincadeiras e divertimentos. Podemos pedir-lhes ajuda para
os nossos filhos, resolução de problemas, fazer confidências,
mexericos, mas nunca para o mal, pois eles não atendem pedidos dessa
natureza, assim como todas as Entidades de Luz da Umbanda.

     São espíritos que já estiveram encarnados na terra e que optaram
por continuar sua evolução espiritual através da prática de caridade,
incorporando em médiuns nos terreiros de Umbanda. Em sua maioria,
foram espíritos que desencarnaram com pouca idade (terrena), por isso
trazem características de sua última encarnação, como o trejeito e a
fala de criança, o gosto por brinquedos e doces.
     Assim como todos os servidores dos Orixás, elas também tem
funções bem específicas, e a principal delas é a de mensageiro dos
Orixás, sendo extremamente respeitados pelos caboclos e pelos
pretos velhos.

     É uma falange de espíritos que assumem em forma e modos, a
mentalidade infantil. Como no plano material, também no plano
espiritual, a criança não se governa, tem sempre que ser tutelada. É a
única linha em que a comida de santo (Amalás), leva tempero especial
(açúcar). É conhecido nos terreiros de Nação e Candomblé, como (ERÊS
ou IBEJI). Na representação nos pontos riscados, Ibeji é livre para
utilizar o que melhor lhe aprouver. A linha de Ibeji é tão
independente quanto à linha de Exú.

Ibeijada, Erês, Dois-Dois, Crianças, Ibejis, são esses vários nomes
para essas entidades que se apresentam de maneira infantil.

No Candomblé, o Erê, tem uma função muito importante. Como o Orixá não
fala, é ele quem vem para dar os recados do pai. É normalmente muito
irrequieto, barulhento, às vezes brigão, não gosta de tomar banho, e
nas festas se não for contido pode literalmente botar fogo no oceano.
Ainda no Candomblé, o Erê tem muitas outras funções, o Yaô, virado no
Erê, pode fazer tudo o que o Orixá não pode, até mesmo as funções
fisiológicas do médium, ele pode fazer. O Erê muitas vezes em casos de
necessidade extrema ou perigo para o médium, pode manifestar-se e
trazê-lo para a roça, pegando até mesmo uma condução se for o caso.

     Na Umbanda mais uma vez, vemos a diferença entre as
entidades/divindades. A Criança na Umbanda é apenas uma manifestação
de um espírito cujo desencarne normalmente se deu em idades
infanto-juvenis. São tão barulhentos como os Erês, embora alguns são
bem mais tranquilos e comportados. Mas com toda a força espiritual de
ajuda, a quem dessas crianças iluminadas necessitam para um caminhar
iluminado.

     No Candomblé, os Erês, tem normalmente nomes ligados ao dono da
coroa do médium. Para os filhos de Obaluaiê, Pipocão, Formigão, para
os de Oxossi, Pingo Verde, Folinha Verde, para os de Oxum, Rosinha,
para os de Yemanjá, Conchinha Dourada e por ai vai.

     As Crianças da Umbanda tem os nomes relacionados normalmente a
nomes comuns, normalmente brasileiros. Rosinha, Mariazinha, Ritinha,
Pedrinho, Paulinho, Cosminho, Joãozinho, Zezinho, Cosmezinho, etc...

     As crianças de Umbanda comem bolos, balas, refrigerantes,
normalmente guaraná e frutas, os Erês do Candomblé além desses, comem
frangos e outras comidas ritualisticas como o Caruru, etc... Isso não
quer dizer que uma Criança de Umbanda não poderá comer Caruru, por
exemplo. Com Criança tudo pode acontecer.

     Quando incorporadas em um médium, gostam de brincar, correr e
fazer brincadeiras (arte) como qualquer criança. É necessária muita
concentração do médium (consciente), para não deixar que estas
brincadeiras atrapalhem na mensagem a ser transmitida.

     Os "meninos" são em sua maioria mais bagunceiros, enquanto que as
"meninas" são mais quietas e calminhas. Alguns deles incorporam
pulando e gritando, outros descem chorando, outros estão sempre com
fome, etc... Estas características, que às vezes nos passam
desapercebido, são sempre formas que eles têm de exercer uma função
específica, como a de descarregar o médium, o terreiro ou alguém da
assistência.

     Os pedidos feitos a uma criança incorporada normalmente são
atendidos de maneira bastante rápida. Entretanto a cobrança que elas
fazem dos presentes prometidos também é. Nunca prometa um presente a
uma criança e não o dê assim que seu pedido for atendido, pois a
"brincadeira" (cobrança) que ela fará para lhe lembrar do prometido
pode não ser tão "engraçada" assim.

     Poucos são aqueles que dão importância devida às giras das
vibrações infantis.
     A exteriorização da mediunidade é apresentada nesta gira sempre
em atitudes infantis. O fato, entretanto, é que uma gira de criança
não deve ser interpretada como uma diversão, embora normalmente seja
realizada em dias festivos, e às vezes não consigamos conter os risos
diante das palavras e atitudes que as crianças tomam.

     Mesmo com tantas diferenças é possível notar-se a maior
características de todos, que é mesmo a atitude infantil, o apego a
brinquedos, bonecas, chupetas, carrinhos e bolas, como os quais fazem
as festas nos terreiros, com as crianças comuns que lá vão a busca de
tais brinquedos e guloseimas nos dias apropriados. A festa de Cosme e
Damião, santos católicos sincretizados com Ibeiji, à 27 de Setembro é
muito concorrida em quase todos os terreiros do país.

     Uma curiosidade: Cosme e Damião foram os primeiros santos a terem
uma igreja erigida para seu culto no Brasil. Ela foi construída em
Igarassu, Pernambuco e ainda existe.

As festas para Ibeiji, tem duração de um mês, iniciando a 27 de
setembro (Cosme e Damião) e terminando a 25 de outubro, devido a
ligação espiritual que há entre Crispim e Crispiniano com aqueles
gêmeos, pela sincretização que houve destes santos católicos com os
"ibejis" ou ainda "erês" (nome dado pelos nagôs aos santos meninos que
têm as mesmas missões.

     Nas festas de ibeiji, que tiveram origem na Lei do ventre Livre,
desde aquela época até nossos dias, são servidos às crianças um "aluá"
ou água com açúcar (ou refrigerantes adocicados no dia de hoje), bem
como o caruru (também nas Nações de Candomblés).

     Não gostam de desmanchar demandas, nem de fazer desobsessões.
Preferem as consultas, e em seu decorrer vão trabalhando com seu
elemento de ação sobre o consulente, modificando e equilibrando sua
vibração, regenerando os pontos de entrada de energia do corpo humano.

     Esses seres, mesmo sendo puros, não são tolos, pois identificam
muito rapidamente nossos erros e falhas humanas. E não se calam quando
em consulta, pois nos alertam sobre eles.

     Muitas entidades que atuam sob as vestes de um espírito infantil,
são muito amigas e têm mais poder do que imaginamos. Mas como não são
levadas muito a sério, o seu poder de ação fica oculto, são
conselheiros e curadores, por isso foram associadas à Cosme e Damião,
curadores que trabalhavam com a magia dos elementos.


Magia da Criança:

     O elemento e força da natureza correspondente a Ibeji são todos,
pois ele poderá, de acordo com a necessidade, utilizar qualquer dos
elementos.

     Eles manipulam as energias elementais e são portadores naturais
de poderes só encontrados nos próprios Orixás que os regem.

     Estas entidades são a verdadeira expressão da alegria e da
honestidade, dessa forma, apesar da aparência frágil, são verdadeiros
magos e conseguem atingir o seu objetivo com uma força imensa, atuam
em qualquer tipo de trabalho, mas, são mais procurados para os casos
de família e gravidez.

     A Falange das Crianças é uma das poucas falanges que consegue
dominar a magia. Embora as crianças brinquem, dancem e cantem, exigem
respeito para o seu trabalho, pois atrás dessa vibração infantil, se
escondem espíritos de extraordinários conhecimentos.

     Imaginem uma criança com menos de sete anos possuir a experiência
e a vivência de um homem velho e ainda gozar a imunidade própria dos
inocentes. A entidade conhecida na umbanda por erê é assim. Faz tipo
de criança, pedindo como material de trabalho chupetas, bonecas,
bolinhas de gude, doces, balas e as famosas águas de bolinhas, o
refrigerante, e trata a todos como tio, tia, Vó e vô.

Os erês são, via de regra, responsáveis pela limpeza espiritual do
terreiro.



Origem de Doum:

     Este personagem material e espiritual surgiu nos cultos Afros
quando uma macamba (denominação de mulher, na seita Cabula) dava a luz
a dois gêmeos e, caso houvesse no segundo parto o nascimento de um
outro menino, era este considerado "Doum", que veio ao mundo para
fazer companhia a seus irmãos gêmeos.

     Foram sincretizados com os santos que foram gêmeos e médicos, tem
sua razão na semelhança das imagens e missões idênticas com os "erês"
da África, mas como faltava "Doum", colocaram-no junto a seus irmãos,
com seus pequenos bastões de pau, obedecendo à semelhança dos santos
católicos, formando assim a trindade da irmanação.

Dizem também, que na imagem original de São Cosme e São Damião, entre
eles (adultos) havia a imagem de uma criança a qual eles estavam
tratando, daí para sincretizarem Doum com essa criança, foi um pulo...


Onde Moram as Crianças?

     A respeito das crianças desencarnadas, passamos a adaptar um
interessante texto de Leadbeater, do seu livro "O que há além da
Morte".
   
 "A vida das crianças no mundo espiritual é de extrema felicidade.
O espírito que se desprende de seu corpo físico com apenas alguns
meses de idade, não se acostumou a esse e aos demais veículos
inferiores, e assim a curta existência que tenha nos mundos astral e
mental lhe será praticamente inconsciente. Mas o menino que tenha tido
alguns anos de existência, quando já é capaz de gozos e prazeres
inocentes, encontrará plenamente nos planos espirituais as coisas que
deseje. A população infantil do mundo espiritual é vasta e feliz, a
ponto de nenhum de seus membros sentir o tempo passar. As almas
bondosas que amaram seus filhos continuam a amá-los ali, embora as
crianças já não tenham corpo físico, e acompanham-nas em seus
brinquedos ou em adverti-las a evitar aproximarem-se de quadros pouco
agradáveis do mundo astral."

     "Quando nossos corpos físicos adormecem, acordamos no mundo das
crianças e com elas falamos como antigamente, de modo que a única
diferença real é que nossa noite se tornou dia para elas, quando nos
encontram e falam, ao passo que nosso dia lhes parece uma noite
durante a qual estamos temporariamente separados delas, tal qual os
amigos se separam quando se recolhem à noite para os seus dormitórios.
Assim, as crianças jamais acham falta do seu pai ou mãe, de seus
amigos ou animais de estimação, que durante o sono estão sempre em sua
companhia como antes, e mesmo estão em relações mais íntimas e
atraentes, por descobrirem muito mais da natureza de todos eles e os
conhecerem melhor que antes. E podemos estar certos de que durante o
dia elas estão cheias de companheiros novos de divertimento e de
amigos adultos que velam socialmente por elas e suas necessidades,
tomando-as intensamente felizes."

Assim é a vida espiritual das crianças que desencarnaram e aguardam,
sempre felizes, acompanhadas e protegidas, uma nova encarnação. É
claro que essas crianças, existindo dessa maneira, sentem-se
profundamente entristecidas e constrangidas ao depararem-se com seus
pais, amigos e parentes lamentando suas mortes físicas com gritos de
desespero e manifestações de pesar ruidosas que a nada conduzem. O
conhecimento da vida espiritual nos mostra que devemos nos controlar e
nos apresentar sempre tranquilos e seguros às crianças que amamos e
que deixaram a vida física. Isso certamente as fará mais felizes e
despreocupadas.


Casos de Criança:

Algumas vezes, ficamos deslumbrados com a eficiência de seus
trabalhos. Seguem-se duas narrações de casos antigos resolvidos pelas
crianças, que guardamos para demonstrar como é maravilhoso o trabalho
dessas maravilhosas pequenas Entidades de Luz.

     Caso relatado por um frequentador de um Terreiro de Umbanda no
interior de Minas Gerais, do ano de 1985.

    "Uma vez telefonou-me um fazendeiro assustado pelas mortes de seu
gado. Achava ser trabalho feito. Ele foi no terreiro tendo sido
atendido normalmente. No final do trabalho uma criança incorporada
chamou-o e, com uma pemba, fez um desenho no chão como se fosse um
mapa todo recortado. No meio desenhou três corações e um risco como um
rio, fazendo um encontro com outro. "Tio", falou, "os corações
simbolizam seus três filhos." O homem confirmou. Mostrando o mapa,
disse ser a sua casa construída com vários pedaços. O homem explicou
ter sua fazenda sido constituída por várias áreas. Apontando
exatamente no encontro dos riscos, disse estar ali o problema, estando
a água cheia de veneno e onde os bichinhos do tio estavam morrendo.
Mais tarde o fazendeiro telefonou-me dizendo estar a água do rio
realmente envenenada por agrotóxico."

    Relato de um Cambono de uma Casa de Umbanda, ano de 1988.

    "Uma vez, no encerramento do trabalho uma experiente médium deu
sinais de incorporação de criança. Ela incorporou e batendo palmas,
veio ao meu encontro pedindo um dólar. "Um dólar?" Respondi. "O que
você vai fazer com um dólar?" Ela insistiu: "quero um dólar". Achamos
graça. A cena foi alegre e descontraída. "Alguém tem um dólar para a
criança?" perguntei ironicamente. Da assistência uma moça fez sinal
afirmativo. Fiquei perplexo. Somente eu conhecia o seu problema. Tinha
câncer maligno nas cordas vocais e testava com a cirurgia marcada. Da
ironia à seriedade, convidei a moça para entrar no terreiro e fazer a
entrega do dólar ao erê. A entidade fez festa ao dólar, deixou-o de
lado e agarrou-se na garganta da moça fazendo-lhe leves passes
magnéticos. Ela fez a cirurgia na terra, mas está curada."


    Os detalhes não se devem ser deixado de lado quando demonstrado
por Ibeijada, como por exemplo nos casos relatados acima, os encontros
dos pontos riscados pelo Erê, ou saber que alguém ali teria uma cédula
de dólar. Portanto entre sorrisos e brincadeiras devemos prestar a
máxima atenção no que é dito e feito pelas crianças, pois isso com
toda a certeza é o encaixe do quebra cabeça, que poderá trazer-lhe uma
resposta para sanar um problema que lhe aflige.

    Vamos nos entregar com fé a essas Crianças divinas, pois assim que
um Erê chega no terreiro a alegria de Deus nos abraça.

Salve Cosmezinho de Oxum, Joãozinho das Matas, Zezinho e Rosinha.

Salve as crianças!!!
Oni Ibeijada!

Carlos de Ogum




Prece a Ibeiji e a Ibeijada

Cosme e Damião, luzeiros espíritos da corte de Oxalá, amados
benfeitores, queridos guias, nós vos imploramos a vossa proteção,
força, saúde e resignação para que possamos cumprir com os desígnios
de Pai.

Dai-nos sempre os fluídos de paz, amor alegria e felicidade que vos
são peculiares. Curai nossos males, fortalecendo-se nosso corpo
material proporcionando aos nossos espíritos as satisfações que lhes
sejam agradáveis.

Protegei-nos e a nossos familiares; protegei também, a todos as
criancinhas para que tenham cada dia, uma vida melhor, sob o prisma
material. Que vosso fluídos sacrossantos, recaiam sobre nossas
cabeças, é o pedido que humildemente vos fazemos.

*Faça seu pedido)

Saravá São Cosme e São Damião!

Saravá os Orixás Ibeiji!

Saravá Ibeijada !

Que assim Seja!



57 comentários:

Aninha S. disse...

Salve as Crianças que nos trazem tanta alegria. Salve São Cosme e São Damião. Oni Beijada!

Anônimo disse...

Salve as criancinhas, salve esses anjinhos que Deus nos deu pra nos proteger e trazer tanta alegria! Oni Ibeijada!

Gizele Aquino disse...

Salve toda linha das crianças!!
Que com toda sua pureza e inocência nos dão força e proteção dão alegria ao terreiro.

Pai fiquei com dúvida com relação a Doum, ele realmente existiu?
E Crispim e Crispiniano é outro nome para Cosme e Damião ou são outros guias?
Obrigada

Carlos de Ogum disse...

Gizele, Doum era como era chamado um terceiro filho irmão posterior a dois gêmeos na tradição Africana. Sempre que nasciam gêmeos e após esses se gerado um outro filho, sendo ele do sexo masculino, era chamado de Doum. Não no nome mas na colocação de tradição.
E São Crispim e São Crispiniano são outros santos, eles tem seu dia comemorado no dia 25 de Outubro, e são padroeiros dos sapateiros. Não são o mesmo São Cosme e São Damião.

Axé e obrigado por estar sempre acompanhando o blog.

Bete_AER disse...

Eu estou emocionada.

Anônimo disse...

Adorei essa postagem! :)

Anônimo disse...

Que lição, aprendi muito mais nesse post do que ja me ensinaram em um ano numa casa de umbanda.

Fabiana Freire

Anônimo disse...

Eu nunca tinha entendido a diferença de Ibeiji e Ibeijada, muito
obrigado, pra mim foi esclarecedor.

Camille Dutra

Anônimo disse...

Salve as crianças, salve Cosme Damião, salve Ibeijada e salve Ibeiji.

Paulo Souza

Anônimo disse...

A amo essas entidadinhas de luz. Salve Erê.

Claudinha

Anônimo disse...

Saravá as Ibeijadas. Oni !

Marcos de Oxum

Anônimo disse...

Que a luz das criancinhas da Umbanda ilumine a todos. Ony Ibeijada.

Mãe Maria de Xangô

Anônimo disse...

Canta ponto, vence demanda, risca pemba é Ibeijada na Umbanda. Oni belas crianças caridosas.

João de Oxalá

Anônimo disse...

Que lindo texto, maravilhoso demais. Chorei com ele. Amo.
Obrigado pelo ensinamento Pai Carlos. Beijos e axé.

Julhia Amanda

Anônimo disse...

Pai Carlos, gostaria de fazer uma pergunta. Me foi pedido para dar doces
no dia de São Cosme e São Damião por uma graça alcançada, mas não disseram
qual a quantidade que teria que dar. Gostaria de ir me preparando para
o dia, será que tem uma quantidade certa? Agradeço a resposta.
Maria Odete Pinto.

Carlos de Ogum disse...

Cara Maria Odete, a quantidade vai de acordo com seu coração. Se caso estiver em uma má situação financeira, pode ser entregue apenas 7 pacotinhos à 7 crianças diferentes.

Muito Axé!

Anônimo disse...

Pai Carlos gostaria de acender uma vela para as crianças em
agradecimento. Qual a cor poderia ser e se posso acender dentro de casa?
Regina Pontes

Carlos de Ogum disse...

Cara Regina, azul, rosa ou traçada azul e rosa, podendo também ser branca. E pode sim ser dentro de casa sem problemas.

Axé!

Anônimo disse...

Carlos de Ogum, em um centro que fui uma senhora dizendo estar
incorporada com um caboclo me disse para eu acender uma vela vermelha
para ibeijada. Isso está certo? Romeu Gonçalves

Carlos de Ogum disse...

Caro Romeu, não! as velas para Ibeijada podem ser na cor azul, rosa ou mesmo traçada em azul e rosa.

Axé!

Anônimo disse...

Oni Ibeijada, salve todas as crianças de Umbanda. Pablo.

Anônimo disse...

Saravá as crianças. Oni Ibeijada.

Anônimo disse...

Mandaram eu acender uma vela para meu Ere, e falaram que tinha que ser traçada vermelha e branca, eu lendo seu texto fiquei na duvida da cor que mandaram. Está certo isso? Obrigado. Manoel Fernandes

Carlos de Ogum disse...

Caro Manoel, não está certo não. Independente da irradiação que o Erê venha, as velas devem ser brancas, rosas, azuis ou traçadas nas cores azul e rosa. Branca e vermelhas normalmente são velas para os Malandros, que não tem nada a ver com Ibeijada. Quem mandou você acender está equivocado, e se disse isso se dizendo incorporado, ou é um médium mistificador ou totalmente despreparado para dar atenção aos consulentes.
Paz e axé.

Anônimo disse...

Salve Ibeiji, saravá as ibeijadas. Oni

Anônimo disse...

A Umbanda é linda, e mais linda fica ainda na gira das crianças. Oni Ibeijada. Claudete

Anônimo disse...

Saravá Umbanda. Saravá as crianças. Seres iluminados que tantos milagres fazem em nossa religião. Saravá. Paulo Martinho

Anônimo disse...

Lindo blog para aprendermos cada vez mais sobre nosaa Umbanda Sagrada Parabens. Muito axe a todos sarava ogun sarava filho de Umbanda. !!!!!

Anônimo disse...

Parabens ao blog !!!! sarava ogun sarava filhos de umbanda.

Anônimo disse...

Salve os Orixás Ibeijism salve as crianças de Umbanda, Salve São Cosme e São Damião. Oni.

Anônimo disse...

Salve Ibeiji, Salve Cosme Damião. Salve Ibeijada. Vou pegar doces dia 27. uauauauauauauaua. Bença Pai. Nandinha

Anônimo disse...

Salve Ibeiji. Salve Ibeijada. Salve dia 27 de setembro. Axé. Nicolau Farad

Ualdila disse...

Boa tarde! Eu já trabalho com pedrinho da cachoeira , e ontem dia 27, ele disse que vem uma menina chamada isabella, tem 2 anos. Gostaria de saber se tem alguma historia dela?

Lenildo Solano disse...

Quero parabenizar pelo trabalho de esclarecer aos interessados. Que Deus vos ilumine e proteja cada vez mais, proporcionando tudo de bom em seu caminho. Abraço fraterno

Carlos de Ogum disse...

Cara Ualdila, infelizmente não. Todas as histórias de Ibeijada descritas no blog são contadas pelas crianças da TUPOM, ou seja, são as histórias das próprias crianças da casa.

Axé!

Anônimo disse...

Fazer o Sinal da Cruz antes de iniciar essa oração,se puder se ajoelhar

ajoelhe-se.



ORAÇÃO A ANTONINHO DA ROCHA MARMO


Deus salve santo anjo do Senhor que veio em terra e semeou luz.

Deus salve Antoninho ,santo anjo da coroa de Jesus.

Antoninho menino santo de Deus ,santificado seja o teu Santo nome,

assim como foi na Terra que também seja no céu.

Jesus padeceu por nossos pecados,Antoninho também sofreu sem

reclamar nos deixando um exemplo de amor a seguir.

Antoninho de Jesus , protetor dos pequeninhos filhos de Deus tenha

misericordia de nós. Anjo de Deus ,Menino de Luz,Antoninho de Jesus

rogai a Deus por mim e por todos nós,pelas criancinhas.

Antoninho de Jesus ilumina essa nação ,aos filhos de Deus nossos

irmãos,abençoa todos os doentes e aqueles que se encontram em aflições.

Antoninho de Jesus abençoa a nossaa fé,abençoa as igrejas onde se

reúne o povo de Deus para cumprir suas missões.

Santificado seja o teu nome no Reino da Luz onde se encontra,interceda

a Deus por essa ajuda que tanto necessito (faz-se o pedido,não invocar

esse anjo celestial para pedir coisas fúteis e sim pela recuperação de uma

enfermidade,por uma causa justa e nobre).

Meu amado anjo,tu és puro como o coração da Maria mãe de Jesus,na

corte dos anjos se encontra iluminado pela coroa de Jesus,santificado

sejas sempre o teu nome,em Terra e no Céu possamos sempre louvar a

pureza do seu coração, a luz de sua inocência ,és um anjo de Deus que

veio em Terra para nos ajudar.

Antoninho da Rocha Marmo filho de Deus Poderoso luz Suprema e Divina

te agradeço desde já. Amém.

Orar um Pai Nosso,uma Ave-Maria, uma Salve Rainha ,oferecendo ao

Sagrado Coração de Antoninho de Jesus.


Anônimo disse...

Oni Ibeijada. Salve todas as crianças.

Felippe disse...

Salve Ibeijada as lindas crianças da minha Umbanda. Oni.

Karinna Dutra disse...

nao tem coisa mais linda que gira de criança. amo sarava

Jaqueline Gata disse...

Salve as criancas salve a umbanda

Edna Marques disse...

Salve Ibeiji, salve as crianças. Oni

Anônimo disse...

Carlos, estive em um terreiro com minha esposa e filho, nos pediram para acender lá mesmo 3 velas nas cores verde, rosa e azul e fazer pedido para as crianças cuidarem do meu filho. Não entendi onde se encaixa a vela verde

Carlos de Ogum disse...

Caro anônimo, muitos Erês vem da linha das matas, e eles normalmente quando solicitam alguma vela, solicitam na cor verde, como por exemplo o Joãozinho das Matas.

Axé!

Unknown disse...

Carlos eu era da umbanda me afastei por ums motivos não pratiquei mais minha religião mais agora na semana passada meu ere se manifestou meu ere chama Joãozinho isso pode acontecer ele vim mesmo eu tendo me afastado axe pra vc

Carlos de Ogum disse...

Caro(a) anônimo(a), se a Entidade se manifestou dentro de um terreiro, independente do médium estar afastado, pode sim acontecer. Porém, se se manifestou em um local a esmo, certamente não era uma Entidade de Luz, portanto, se for este o caso, ou procure um desenvolvimento mediúnico em uma casa de Umbanda, ou evite aberturas à estes zombeteiros.

Axé!

Anônimo disse...

Pediram para que eu fizesse uma oferenda de doces e guaraná,pode ser feita dentro de casa e depois descartada em algum lugar?não tem nenhum Jardim por aqui.

Carlos de Ogum disse...

Caro(a) anônimo(a), tudo depende dá intenção dessa oferenda. Se for algo simples, apenas para agradecer as Ibeijadas, pode sim ser feito tranquilamente dentro de casa, porém, se tiver algum pedido envolvido, o colocar ou não dentro da residência depende do teor desse pedido.

Axé!

Rosana Vieira disse...

Ibeijada minha vida. Oni

Beatriz Moedinha disse...

Amo as crianças. Oni

Natalia Guedes disse...

Salve Ibeiji e as crianças de Umbanda.

Beatriz disse...

Oni Ibeiji e as Ibeijadas. Salve

Rita de Cássia disse...

Salve Ibeiji salve salve salve as crianças

Angela Maria Marcondes disse...

Sempre confundi Ibeiji com Ibeijada agora entendi a diferença. Saravá

Anônimo disse...

Lindo ony

Anônimo disse...

Salve os Ibeijis salve salve salve Cosme Damião

Paola Malduco disse...

Adoro esse mes adoro as crianças de Umbanda. Oniiiiiiiiiiiiiii

Anônimo disse...

Salve Ibeijis salve as Ibeijadas. Salve São Cosme e São Damião.

Postar um comentário

 
;